Alemanha bate recorde de energia solar

Fonte: Reuters

Usinas de energia solar alemã produziram um novo recorde mundial de 22 gigawatts de eletricidade por hora — o equivalente a 20 centrais nucleares em plena capacidade — através das horas do meio-dia na sexta-feira e sábado, afirmou o diretor de um comitê de energia renovável.
O governo alemão decidiu abandonar a energia nuclear após o desastre nuclear de Fukushima no ano passado, fechando oito usinas imediatamente, além de planejar desligar as nove restantes até 2022.

Eles serão substituídos por fontes de energia renováveis, como eólica, solar e biomassa.

Norbert Allnoch, diretor do Instituto da Indústria de Energias Renováveis (IWR) em Muenster, disse que os 22 gigawatts de energia solar por hora introduzidos no sistema elétrico nacional no sábado foi o suficiente para abastecer cerca de cinquenta por cento das necessidades de eletricidade da Alemanha por volta do meio-dia.

“Nunca antes algum país havia produzido tanta eletricidade fotovoltaica”, disse Allnoch à Reuters. “A Alemanha chegou perto da marca dos 20 gigawatt (GW) algumas vezes nas últimas semanas. Mas esta foi a primeira vez que que ultrapassamos esta marca.”

A quantidade recorde de energia solar mostra como um dos líderes mundiais das nações industrializadas foi capaz de abastecer com esta energia solar um terço de suas necessidades de eletricidade em um dia de trabalho, sexta-feira, e quase a metade no sábado, quando fábricas e escritórios estão fechados.

O apoio governamental às energias renováveis ajudou a Alemanha a se tornar um líder mundial em energia renovável. O país recebe cerca de 20 por cento de sua eletricidade global anual a partir dessas fontes.

A capacidade instalada de geração de energia solar da Alemanha quase se iguala a do restante do mundo somados.Cerca de quatro por cento das necessidades de eletricidade anuais globais do país são obtidas através do sol. A Alemanha pretende reduzir as suas emissões de gases de efeito estufa em 40 por cento dos níveis de 1990 até 2020.

Brilho do Sol

Alguns críticos dizem que a energia renovável não é confiável o suficiente nem há capacidade suficiente para abastecer as principais nações industriais. Mas a chanceler Angela Merkel disse que a Alemanha está ansiosa para demonstrar que é possível.

O salto acima do nível de 20 GW foi devido ao aumento de capacidade este ano e o brilho intenso do sol em todo o país.

Os 22 GW por hora foram atingidos depois da marca de 14 GW por hora há um ano. A Alemanha adicionou 7,5 GW de capacidade instalada de geração de energia em 2012 e 1,8 GW mais no primeiro trimestre para um total de 26 GW de capacidade.

“Isso mostra que a Alemanha é capaz de suprir uma grande parcela de suas necessidades de electricidade com energia solar”, disse Allnoch. “Isso também mostra que a Alemanha pode construir menos usinas à base de carvão ou gás e usinas nucleares.”

Allnoch disse que a informação é baseada em informações da European Energy Exchange (EEX), uma bolsa com sede em Leipzig.

Os incentivos governamentais “tarifa feed-in” (FIT) não são sem controvérsia, no entanto. A FIT é o elemento vital para a indústria até que os preços da energia fotovoltaica caia a níveis semelhantes da produção de energia convencional.

Utilitários e grupos de consumidores queixaram-se da FIT para a energia solar, pois esta  adiciona cerca de 2 centavos de dólar por kilowatt/hora em cima dos preços da electricidade na Alemanha, que já estão entre as mais altas do mundo com os consumidores pagando cerca de 23 centavos por kw/h.

Consumidores alemães pagam cerca de 4 bilhões de euros ($ 5 bilhões) por ano em cima de suas contas de eletricidade para energia solar, de acordo com um relatório de 2012 pelo Ministério do Ambiente.

Os críticos também se queixam que os níveis crescentes de energia solar injetados na rede elétrica nacional a torna menos estável devido a flutuações na produção.

O governo de centro-direita de Merkel tentou acelerar os cortes na FIT, que caiu por entre 15 e 30 por cento ao ano, para quase 40 por cento este ano para níveis abaixo de 20 centavos por kw/h. Mas a câmara alta do Parlamento, o Bundesrat, não aprovou.

3Comentários

  1. Aquecedor Solarmaio 29, 2012 at 8:43 pm

    Ótima notícia e o primeiro no Brasil a dar esta notícia! Parabéns!
    Aliás, seu Aquecedor Solar é absolutamente topo de linha! Continuem com a qualidade de sempre!

  2. Rogério Silvestrejunho 7, 2012 at 7:32 pm

    Legal! Intressante notícia! O Brasil podia seguir esses passos.

  3. EDSON AUGUSTO DE FARIAjaneiro 28, 2013 at 10:26 am

    PARABENS PELA NOTÍCIA. SEM DÚVIDA A ENERGIA FOTO VOLTAICA VAI PROMOVER UMA REVOLUÇÃO NO NOSSO MODO DE VIDA, MAIS LIMPA, MAIS BARATA E SEM AGREDIR O MEU AMBIENTE.
    GOSTARIA DE RECEBER MAIS INFORMAÇÕES SOBRE ESSE ASSUNTO E AGRADEÇO A QUEM PUDER ME AJUDAR .
    ABRAÇOS
    EDSON FARIA

Deixe uma resposta